Famílias de Ubatuba são beneficiadas com atendimento gratuito de telemedicina

0

Da Redação | @jornalovale

Moradores de Ubatuba, que vivem em dificuldades financeiras, tiveram acesso a atendimento médico através de telemedicina.

A maioria dos pacientes que buscam o serviço são por falta de atendimento na rede pública e também por conta da grande demora por alguns tipos de exames. Em tempos de pandemia, um apoio social que inclusive pode ajudar a diminuir o fluxo de atendimento nos hospitais diminua e que possam focar nos pacientes de Covid-19.

Investidores da empresa Roar Educacional, liderada por Rogério Araujo, trabalha educação financeira para o maior número de pessoas e, além de aprender no intensivo “Lucrando com Opções”, todos os alunos interessados na Bolsa de Valores, contribuíram para a Rede de Saúde FHIBO, que ajudou no trabalho de telemedicina na cidade do Litoral Norte.

Toda a verba levantada pelo educador financeiro foi convertida para o atendimento médico a pessoas em algum tipo de vulnerabilidade. A rede de saúde chega a diversas pessoas através da telemedicina. Nesta última segunda-feira (14), o atendimento aconteceu no bairro de Perequê Açu, em Ubatuba/SP. Os beneficiados foram os aposentados Maria dos Santos e Sebastião dos Santos, ambos receberam orientação sobre medicação.

“Nós levamos os equipamentos (celular e computador) até esse paciente e através do atendimento à distância, o médico faz o diagnóstico e também solicita os exames necessários. Através da ROAR Educacional e também dos colaboradores do projeto, conseguimos financiar este trabalho e também realizar os exames necessários e seguir com esta empreitada”, conta Mara Silvia Pagni, sócia-fundadora da instituição.

“Não tem coisa mais prazerosa do que você ver uma criança que tem problema cardíaco ser atendida sendo que no SUS ela iria esperar de um a dois anos por isso”, destaca Pagni.

A sócia-fundadora da FHIBO ainda reafirma a seriedade do projeto social. “Nós levamos este projeto de forma muito séria e responsável e esperamos que vá muito além, contando cada vez mais com o apoio da população. Ressaltando que seguimos todas as normas do Ministério da Saúde para um atendimento a distância com total sigilo e eficiência”.

Fonte: O Vale

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.