Lições de um tombo de R$ 8 milhões

0

Por Ivone Moreira

O mercado de ações tem ganhado cada vez mais investidores formados por pessoas físicas. Em 2020, a Bolsa de Valores (B3) fechou o ano com mais de 2,6 milhões de investidores formados por pessoas físicas. São pessoas que descobriram que não é preciso grande quantidade para investir na bolsa.

Animadas com o turbilhão de informações e propagandas disseminadas na internet, principalmente nas redes sociais, pessoas comuns se aventuram no mercado financeiro, mesmo sem conhecimento em aplicações arriscadas. Recentemente, o caso de uma cidade no Sul do país ganhou destaque nacional depois que um funcionário perdeu R$ 8 milhões em operações de day trade. O dinheiro foi desviado dos cofres públicos, o que quebrou o orçamento da prefeitura.

Ingressar no mercado de ações sem conhecimento ou sem uma assessoria especializada é um grande fator de risco. O entusiasmo sem conhecimento pode levar a grandes prejuízos.

Termos como day trade estão na moda e entre os mais pesquisados nos sites de busca. Day trade é o nome de uma operação de compra e venda de ações de uma mesma empresa, realizada em um único dia, na Bolsa de Valores.  É de altíssimo risco e o recomendado é que esta operação seja executada por profissionais.

 Na internet é fácil encontrar pessoas que parecem dominar o mercado e estão prontas para te passar todas as dicas e segredos. Mas na prática não é tão simples assim.

Entrar na Bolsa de Valores está mais fácil, mas para não perder dinheiro é preciso ter informação, conhecimento. O mercado de ações é altamente competitivo e arriscado, movimentado por pessoas com alto nível de conhecimento tecnológico e econômico. Não dá para investir apenas com as dicas de um ou outro tutorial visto na internet. Se você pretende operar sozinho, saiba que primeiro é preciso estudar e se especializar no mercado para adquirir conhecimento técnico das operações e seus riscos.

 

Rogério Araújo é gestor e consultor financeiro, especialista em investimentos e fundador da Roar Educacional Consultoria

Fonte: ImPauta/Ivone Moreira

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.