Como começar a investir com R$ 100,00 ao mês

0

Por:  Ivone Moreira/ ImPauta

 

A pandemia do coronavírus também provocou uma das maiores crises financeiras da história, levando muitas pessoas a dificuldades que nunca imaginaram passar. Quem tem uma reserva de dinheiro certamente atravessará esta crise com mais facilidade, mas infelizmente esta não é a realidade da maioria dos brasileiros.

Pensando em como evitar uma situação parecida no futuro, muitas pessoas que foram pegas de surpresa começaram a procurar formas de investir, mesmo que seja para poupar apenas um pouco por mês. E elas estão no caminho certo.

Há várias opções de investimento para quem está decidido a começar a poupar e fazer o dinheiro render. E não precisa ter muito.

Dentre as opções disponíveis para baixo investimento, podemos citar três que permitem começar com 100 reais ao mês. Veja, não vamos falar da poupança, pois esta tem rendido abaixo da inflação, ou seja, com o passar do tempo o dinheiro perde o valor em vez de aumentar.

Tesouro direto: um dos investimentos mais simples, seguros e rentáveis do mercado, vem se firmando como o preferido do grande público, ficando atrás apenas da poupança. É possível iniciar com menos de 100 reais.

A rentabilidade varia conforme a escolha no momento da contratação, podendo-se optar entre a variação da Selic, do IPCA ou rendimento prefixado.

CDB: o Certificado de Depósito Bancário, conhecido como CDB, é um título emitido pelos bancos com o objetivo de captar recursos no mercado. O investidor compra esse título e depois o banco compra de volta, em um prazo pré-definido, com um rendimento fixo.

O valor a ser investido varia de acordo com o porte do banco, sendo que o valor inicial é de 100 reais, em instituições de pequeno e médio portes.

Fundos de Investimento: os fundos são um tipo de investimento que é feito em grupo, composto por cotistas. Esses cotistas delegam a um gestor a administração, sendo ele responsável por gerir o fundo, que pode ter em sua composição títulos de custo prazo, de renda fixa e de ações. Sua contratação também é simples, iniciando em 100 reais.

As aplicações em CDB, Tesouro Direto e em Fundos de Investimento são fáceis de realizar. Basta conversar com o gerente do seu banco ou com uma corretora.

Com o tempo, o seu dinheiro vai render e o capital acumulado será muito útil, em situações de imprevisto, ou para adquirir algum produto e serviço sem ter que recorrer a financiamentos com juros altos.

Rogério Araújo é gestor e consultor financeiro, especialista em investimentos e fundador da Roar Educacional Consultoria

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.