A parceria pode resolver o problema da falta de profissionais de Saúde na região

Nesta terça-feira (13), a Prefeitura de São Sebastião realizou uma videoconferência com a reitoria da Universidade de Taubaté (Unitau) objetivando a solução do problema da falta de profissionais da saúde no Litoral Norte, com a proposta de uma parceria entre as instituições para formar médicos e outros profissionais de Saúde na região.

Participaram da videoconferência, o prefeito Felipe Augusto, o vice-prefeito e secretário de Saúde, Reinaldinho Moreira, e os representantes da Universidade de Taubaté (UNITAU): a reitora da universidade, Profª Dra. Nara Lucia Perondi Fortes, a Pró-reitora de Extensão da Unitau, Profª Dra. Letícia Maria Pinto da Costa, e o Professor e Mestre Enrique Osvaldo Cimaschi Neto.

Na ocasião, foi discutida a possibilidade de instalação de um campus da Unitau para realização de cursos de Medicina, Odontologia, Fisioterapia e Enfermagem. Também foi tratada a intenção da Prefeitura custear bolsas de estudos para alunos de medicina que residam na cidade, tendo como contrapartida o atendimento da população pelos futuros profissionais.

O Prefeito Felipe Augusto já tratou da proposta apresentada à Unitau com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, que também acenou favorável à iniciativa como uma solução para a falta de médicos e outros profissionais da área na região.

O prefeito ficou otimista com o andamento das tratativas e demonstrações de apoio à ideia: “Vamos formar os médicos e demais profissionais aqui para que eles atendam a demanda de nossa cidade e região”.

Ao término da reunião, a reitora da universidade comentou sobre a parceria. “Quero agradecer essa pioneira iniciativa da Prefeitura de São Sebastião, ao prefeito Felipe Augusto e ao vice-prefeito e secretário de Saúde, Reinaldinho, pela visão ampla do interesse da coletividade. Somos uma instituição de ensino que quer crescer e levar desenvolvimento para o Litoral Norte. Entendemos a importância da situação, não só da atuação da faculdade de medicina, mas pelo compromisso da universidade em ajudar a desenvolver a saúde de São Sebastião”, disse a reitora da universidade, Nara Lucia Perondi.

Novos encontros para tratar de avanços na implantação dos cursos, bem como na elaboração de projeto que viabilize as bolsas de estudos, deverão ser agendados entre os representantes da Prefeitura e universidade.

Fonte: Williams Sousa | PMSS